Wagner reitera legitimidade do PT em encabeçar chapa em 2014

Empenhado em obter a unidade dentro do PT para a eleição em 2014, o governador Jaques Wagner reafirmou nessa quarta-feira (7/8) que os partidos da sua base de sustentação admitem existir uma predominância para que um petista seja o cabeça da chapa no pleito do próximo ano. De acordo com Wagner, no entanto, duas etapas precisam ser vencidas antes de atingir o consenso. “Eu construindo a unidade do partido, aí nós vamos construir a unidade dentro da base. Eu acho que tem uma vontade e há o reconhecimento de que o PT tem legitimidade para puxar a cabeça de chapa”, apontou o chefe do Executivo estadual, em entrevista à rádio Metrópole.

Segundo o governador, há um ambiente propício para três dos quatro nomes disponibilizados pelo PT atualmente – “(Luiz) Caetano também coloca o nome, mas eu tenho conversado com ele, acho que ele tem a disposição de eventualmente retirar, mas ainda está colocado”. “Tem o nome de (Walter) Pinheiro, de (José Sérgio) Gabrielli e de Rui Costa. Eu vou dizer o que é que eu sinto hoje dentro do partido: o PT sabe que para capitanear a chapa do ano que vem para governo do estado tem que construir essa unidade interna. Eu vejo de todos os três o ambiente propício a ter um entendimento”, avalia Wagner.

O atual morador do Palácio de Ondina, no entanto, sinaliza que existem outros nomes dentro da base do governo. “É óbvio que tem nome: Marcelo Nilo (PDT), Otto Alencar (PSD), Lídice da Mata (PSB), tem nome do PP, tem nome de todos os partidos. Eu já tenho conversado com o PDT, do Marcelo Nilo, de Brust, converso com Otto do PSD, com PCdoB. Mas eu digo que o espírito que preside é da gente se manter unificado e por isso que eu acho que é importante eu ficar até 2014, porque muitas vezes a unidade se dá em torno do governador”, defendeu, ao justificar ainda a sua permanência na governadoria até a conclusão do mandato.

“A minha conta é de ficar até o final de 2014. Eu tenho discutido isso inclusive com a presidenta Dilma e o ex-presidente Lula. Ela gostaria muito que eu fosse para a coordenação de campanha dela em nível nacional, para ajudar, pelo relacionamento que tenho com ela, ou que eu fosse deputado federal para que eu a ajudasse como deputado federal, mas eu acho que é mais tranquilo estando na cadeira conduzir esse processo eleitoral”, sugeriu, negando a hipótese de renunciar para tentar mandato eletivo em outra função. “Eu já estou, vamos dizer, intimamente resolvido disso aí, já comuniquei, já conversei isso com vários partidos da base de sustentação e digo que 90% está resolvido, eu ficar até 2014 e conduzir”, assegurou.

“Eu organizo meu time”

A aproximação entre o governador Jaques Wagner e o prefeito de Salvador, ACM Neto, foi classificada pelo chefe do Executivo estadual como natural, dado ao perfil político dele. “A democracia brasileira amadureceu. Assim como a presidenta vai a estados governados pelo DEM e faz obras e convênios. Eu diria que agregou valor à nossa caminhada. Eu chamei ele (ACM Neto) pra conversar, Salvador está precisando de muita coisa”, relatou o atual ocupante do Palácio de Ondina. “Eu não ia, só porque perdi a eleição, porque defendi Nelson Pelegrino, jogar contra a cidade. Isso é maluquice”, apontou.

Para Wagner, a hipótese levantada nos bastidores de que a proximidade poderia resultar num eventual apoio em 2014 é improvável. “A minha relação com ele administrativa é excelente. Você me perguntou se ele apoiaria meu candidato? Eu nunca vou fechar portas. Se ele disser que quer. Agora, em relação ao governo federal, ele já está mais livre, porque não é uma coisa direta. Não sei, se ele entender…”, avaliou. Instado a comentar o campo da oposição, o chefe do Executivo baiano preferiu se esquivar. “Eu organizo o meu time e deixo que o outro time se organize por lá. Quando digo que acho difícil (o apoio de Neto em 2014) é porque eu reconheço que ele está pensando em 2016 e aí ele vai ter que montar um bloco dele unido. Ele vai ter que fazer o jogo dele lá. Eu acho que a conta política de Neto é justamente 2016 e 2018”.

*Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 08 de agosto de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: