Edital do metrô é lançado com elogios mútuos entre prefeitura e governo

Muita gente pode torcer contra, mas o mar de rosas vivenciado pelo governador Jaques Wagner (PT) e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ainda não tem prazo para acabar. Nesta sexta (24), durante o lançamento do edital de licitação do sistema metroviário, prevista para começar em 15 de julho, governador e prefeito trocaram elogios mútuos e mostraram sintonia quando o assunto é a capital baiana. “Quis o destino que eu estivesse na prefeitura e Jaques Wagner no governo do Estado para planejarmos um sistema de transporte público de qualidade para o cidadão de Salvador”, apontou ACM Neto.

O prefeito citou ainda outras obras como os viadutos do Imbuí, as alças da Avenida Luis Eduardo Magalhães, além das intervenções nas Avenidas Pinto de Aguiar, Orlando Gomes e Gal Costa, para exemplificar os investimentos do governo estadual em Salvador. “Estou honrado em ser prefeito de Salvador num momento em que a cidade ganha destaque. O metrô contribui de modo fundamental para amenizar o desconforto no trânsito. O desejo é que continuemos a trabalhar em sintonia com o governo do Estado”, completou.

“Estamos planejando Salvador para o tamanho que a cidade tem. O metrô será uma redenção para quem vive em Salvador e região metropolitana”, disse Wagner, elogiando o bom relacionamento que vem mantendo com a prefeitura de Salvador, e lembrando a inclusão da Avenida Suburbana no projeto de mobilidade urbana, por meio da ligação de Alto do Cabrito ao bairro de Pirajá. “São intervenções que mudarão a face de Salvador e Lauro de Freitas, juntamente com a ponte Salvador-Itaparica, cuja ordem de serviço deixarei assinada até 2014”, avaliou o governador.

Wagner destacou ainda a postura madura das prefeituras de Salvador e de Lauro de Freitas, que permitiram, junto com as respectivas Câmaras de Vereadores, a viabilização do sistema. O edital lançado prevê a finalização da Linha 1 (trecho Acesso Norte – Pirajá) e apresentação do projeto de extensão até Águas Claras, construção da Linha 2 (Bonocô – Lauro de Freitas) e operação de todo o sistema metroviário. Serão investidos mais de R$ 4 bilhões na obra, que será realizada por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP).

“Felizmente pudemos construir um entendimento sobre o metrô. O que se vê agora é a coordenação de uma série de providências que vão ser tomadas para beneficiar o trânsito da nossa cidade. Agora é possível ver uma alternativa concreta para a população”, destacou o prefeito.

*Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 25 e 26 de maio de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: