Prefeito de Feira de Santana anuncia BRT como a solução para o trânsito

Recém chegado pela terceira fez ao comando do Executivo de Feira de Santana, o prefeito José Ronaldo (DEM) anunciou nessa segunda-feira (15/4), em visita à Tribuna, a aprovação do projeto de BRT (Bus Rapid Transit) para desafogar o trânsito da segunda maior cidade da Bahia. De acordo com o prefeito, existe a garantia federal para os recursos, porém ainda não é possível fazer previsões da implantação. “Só para elaborar o projeto, os técnicos entendem que serão necessários de seis a oito meses, o que quer dizer que, elaborando o projeto, entre elaboração e execução, calcula-se dois anos”, sugere o democrata.

“Acho que o maior problema da cidade hoje é o sistema de transportes públicos. Mas acho que esse problema será superado com a implantação do BRT. Primeiro tem que elaborar um projeto, depois vai licitar. Embora tenha garantia do governo dos recursos via empréstimo da Caixa Econômica Federal, você só pode bater o martelo nisso na hora que você ver o projeto pronto e aprovado na Caixa. Você também não poderia fazer nada disso se você não tivesse aprovado em Brasília”, explica o prefeito. Apesar de não pode delimitar um prazo específico para colocar em prática o projeto, ele aponta que, durante esse tempo, as empresas serão obrigadas a renovar a frota de ônibus.

Em sua passagem pela sede do jornal, José Ronaldo também fez uma breve análise dos primeiros 100 dias do governo, descrevendo a situação delicada que se deparou ao assumir a prefeitura da Princesa do Sertão. “Assumimos uma prefeitura com imensas dificuldades, município no Cauc, inadimplente, situação da limpeza pública ruim, iluminação ruim, as vias da cidade muito ruins, buracos, situação financeira ruim, e estamos trabalhando diuturnamente com o objetivo de vencermos todas essas dificuldades”, assegurou o prefeito.

Entre os problemas encontrados, o novo gestor aponta que o ex-prefeito Tarcízio Pimenta (PDT) – denunciado pelo Ministério Público Federal por corrupção e lavagem de dinheiro – deixou um rastro de gastos de 51,22% com pessoal, “muito próximo do limite prudencial”, segundo o atual chefe do Executivo, e um rombo de 10 meses na previdência municipal.

“Estamos equilibrando a situação e diria que os compromissos do nosso governo já estão sendo pagos rigorosamente em dia”, assegurou o prefeito. “Nesses 100 dias, tivemos vitórias na área de contratos. Nós exigimos diminuir o custo e aí nós conseguimos diminuir custos de 16% a 50%. Com isso, vamos ter uma boa economia para o que vinha sendo praticado”, completou.

Recebido pelo presidente Walter Pinheiro e pelo diretor de Relações Institucionais, Marcelo Sacramento, José Ronaldo relembrou passagens da história política da Bahia na década de 1980, quando exerceu o mandato de deputado estadual. “E uma satisfação em receber a visita do prefeito José Ronaldo, quando desejamos sorte na condução da prefeitura de Feira de Santana”, afirmou o presidente da Tribuna.

*Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 13 de abril de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: