Neto diz que agenda de rua será marca da gestão

Estreando o modelo de aproximação da administração municipal com a população, o prefeito ACM Neto (DEM) esteve ontem no bairro de Nova Constituinte, no Subúrbio Ferroviário, onde anunciou uma série de intervenções emergenciais e também de longo prazo, como a construção de uma escola e uma creche na localidade. Segundo o prefeito, a agenda de rua deve se tornar uma marca da gestão, “voltada para as áreas mais carentes da cidade, estar presente nos bairros mais pobres, ouvindo e conversando com as pessoas”. Neto foi acompanhado pela vice-prefeita, Célia Sacramento (PV), por vereadores e por secretários, que ganharam tarefas a partir da visita.

“Vamos iniciar ao longo desse ano o processo de construção da creche e da escola. Acredito que durante 2013, podemos trabalhar para concluir essas obras”, afirmou Neto, acrescentando que as duas unidades de ensino devem começar a funcionar em 2014. O prédio da escola vai ser instalado numa área ocupada atualmente por um matagal, com custo de R$ 3 milhões e capacidade para 720 alunos nos turnos matutino, vespertino e noturno, com oito salas para o ensino fundamental.

Diante das demandas apresentadas por moradores e líderes comunitários, o democrata ponderou sobre a velocidade para solucionar todos os problemas do bairro. “Não dá para resolver tudo da noite para o dia, mas dá para mostrar a presença da prefeitura e as intervenções que pudermos realizar nós vamos fazer”, afirmou o prefeito.

Em uma das ruas da localidade, Neto encontrou um alagamento que, segundo o secretário de Infraestrutura, Habitação e Defesa Civil, Paulo Fontana, foi solucionado emergencialmente após a visita. “A gente vai ter que fazer uma intervenção maior, e já estamos dialogando com a comunidade nesse sentido. Determinei também limpar a tubulação”, relatou Fontana.

Além das áreas de saúde e infraestrutura, a comitiva da prefeitura anunciou também medidas no setor da saúde e na recuperação da Unidade de Saúde da Família do bairro, que sofre com a falta de médico. Segundo o titular da Saúde, José Antônio Rodrigues, a localidade está sem médico há cerca de 40 dias, após a profissional que atuava no posto ter sido aprovada em um concurso público. “Nossa ideia é, nos próximos 60 dias, dar prioridade ao Distrito Sanitário do Subúrbio para que a gente possa convocar prioritariamente os médicos e assegurar cobertura a essa região”, previu Rodrigues.

O próprio prefeito assegurou que saúde é uma prioridade em sua administração. “Dentro das ações emergenciais, garantir a presença de médicos nas unidades de saúde de Salvador é uma prioridade. E vamos começar a fazer isso pelo Subúrbio Ferroviário”, garantiu Neto. A próxima visita do prefeito acontece hoje, às 09h, na comunidade da Baixa do Petróleo, no bairro de Massaranduba.

*Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 04 de janeiro de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s