Governador e prefeito eleito têm dificuldades para marcar encontro

São reiteradas as demonstrações públicas de que não haverá dissídios entre o prefeito eleito de Salvador, ACM Neto (DEM), e o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), que teve o seu candidato derrotado nas urnas. Em mais de uma oportunidade, Neto e Wagner apontaram que cooperarão entre si, porém, até essa quinta-feira (8/11), incompatibilidades nas agendas impediram que houvesse um encontro dos dois. De acordo com as assessorias de ambos, ainda não há uma perspectiva concreta para uma reunião nos próximos dias. Sem o encontro entre o democrata e o petista, a reunião entre Neto e a presidente Dilma Rousseff deve acontecer ainda mais para frente.

Em entrevista na Record Bahia, Wagner reforçou que não deve haver qualquer tratamento diferenciado para os prefeitos de Salvador ou de Feira de Santana, onde foi eleito o democrata José Ronaldo. “A política tem que avançar. O povo tem o direito de escolher, quem está na política tem obrigação de aceitar. Aqueles prefeitos da capital ou de qualquer cidade que têm projetos bons, é óbvio que a gente vai continuar trabalhando. Vou continuar trabalhando por Salvador e espero que a postura do prefeito seja uma postura de trabalhar”, assegurou o governador mais uma vez.

No começo da semana, a perspectiva do prefeito eleito era de que o encontro com Wagner acontecesse até hoje. À rádio Metrópole, ACM Neto declarou que aguardava a disponibilidade da agenda do chefe do Executivo estadual para realizar a reunião. Entretanto, a presidente Dilma Rousseff desembarca hoje na Bahia, com passagens por Guanambi e Salvador, o que adiou por mais tempo a reunião entre os dois. Ainda assim, o governador ressalta a expectativa de uma postura profissional por parte dos prefeitos e garante que continuará empenhado para trazer obras para Salvador. “Eu não vou mudar o meu comportamento. Aprendi a fazer política e a governar com o ex-presidente Lula, que nos diz que na hora do palanque cada um tem seu lado, mas depois que passou a hora eleitoral é hora de governar”, afirmou Wagner.

Copa das Confederações

A Fifa confirmou nessa quinta (8) a capital baiana como uma das sedes da Copa das Confederações, programada para ocorrer em junho de 2013. Este foi um dos temas do encontro na semana passada realizado entre ACM Neto e o atual gestor soteropolitano, João Henrique. De acordo com o prefeito eleito, passado o momento de comemoração, é hora de trabalhar duro para preparar a cidade para esse grande evento esportivo, que vai servir como um teste para a Copa do Mundo de 2014.

O democrata afirmou que, logo no início da gestão, em janeiro, vai tomar medidas urgentes e emergenciais visando também o evento. “Vamos economizar recursos e cortar desperdícios para melhorar a limpeza, a iluminação, os nossos cartões postais, para colocar a Guarda Municipal na rua, organizar o trânsito, cuidar da nossa orla, da parte histórica e dos pontos turísticos. Salvador precisa brilhar na Copa das Confederações”, ressaltou.

* Publicado na Tribuna da Bahia de 09 de novembro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: