Lideranças acham os debates válidos

Depois de uma reprise de temas, com horários e emissoras diferentes, as lideranças dos partidos de Nelson Pelegrino (PT) e ACM Neto (DEM) procuram exaltar o desempenho dos candidatos no debate da TV Aratu e não apresentam qualquer tipo constrangimento em criticar os adversários.

O presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia, e o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, concordam, entretanto, que o debate é uma das formas de os eleitores conhecerem mais sobre os concorrentes a um cargo eletivo. “A melhor parte de uma campanha é o debate, pois os candidatos se apresentam por inteiro”, assegura Aleluia. Sem comentar o cansaço da reta final da campanha, ele considera que os embates entre os candidatos no segundo turno têm tido um desempenho maior do candidato do próprio partido – opinião mais que esperada. “Os confrontos têm sido muito desfavoráveis para Pelegrino, que prefere não falar de propostas e ataca o nosso candidato”, avalia o democrata. Segundo ele, ACM Neto apresenta serenidade, segurança e confiança, que auxiliam na decisão do público.

Postura completamente divergente tem o petista Jonas Paulo. Para ele, o desempenho do correligionário é “muito bom”. “Nelson desconstruiu as teses de ACM Neto sobre o governo da cidade e do passado de desenvolvimento social que ele atribui ao partido dele”, analisa. Mesmo sob o intenso ritmo da campanha, ele considera que Pelegrino não apresenta sinais de cansaço. “Nelson tem uma expressão nas ruas muito grande, mas nós estamos conseguindo controlar e dosar esse ímpeto dele”, cita Jonas Paulo.

A inovação da participação das candidatas a vice-prefeita no debate na TV Aratu também foi alvo de elogios e críticas dos dirigentes. O petista sugere que Olívia Santana (PCdoB) “estraçalhou” a adversária, Célia Sacramento (PV). Para ele, o desempenho da comunista já era esperado pela experiência dela. Já Aleluia disse que Célia “foi a grande alegria do debate”, “com desempenho muito superior”. A três dias do pleito, outra postura não poderia ser esperada dos presidentes dos partidos. Falta verificar se os eleitores concordam com as avaliações de PT e DEM.

* Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 26 de outubro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: