ACM Neto e Nelson Pelegrino buscam apoio para o segundo turno

Passada a primeira etapa, os candidatos afirmaram que vão entrar em uma rodada decisiva de conversas com os partidos em busca de apoios para a eleição do dia 27.

O discurso para o segundo turno de Nelson Pelegrino (PT) já está afinado com o restante da sigla e será pela luta por uma aliança com os candidatos que ficaram fora da disputa.

Apesar de não admitir abertamente, ele sinalizou a perspectiva de que os candidatos Mário Kertész (PMDB) e Márcio Marinho (PRB) façam uma adesão sem traumas ao seu projeto – o PMDB, porém, pode marchar em caminho diferente, com apoio ao candidato do DEM. “Vou procurar todos os candidatos, Mário Kertész, Márcio Marinho, Hamilton Assis e Da Luz, apresentar o nosso projeto e aguardar o retorno deles”.

Provocado diante do iminente uso do julgamento do mensalão no segundo turno, na campanha eleitoral pelos adversários, Pelegrino preferiu tangenciar e provocou ACM Neto. “O PSDB e o DEM não têm autoridade para falar sobre corrupção. Aqui na Bahia, todo mundo sabe quem primou pela moralidade”.

O candidato do DEM considerou o peso de um suposto apoio do PMDB. “É um partido muito importante, que tem uma liderança forte no nosso estado. Vou sentar com Geddel Vieira Lima, além de partidos e candidatos que não chegaram ao segundo turno e tentar evidentemente uma aliança”, ressaltou.

O democrata, porém, fez objeções a alguns possíveis elementos de negociação. “Eu não vou negociar cargos. Não vou discutir nenhuma barganha partidária, mas aqueles que quiserem sentar com a gente vão ser bem-vindos”, disse.

Demonstrando entusiasmo, Neto disse que sua grande aposta será o tempo igual de propaganda na televisão e no rádio. Ele minimizou a vinda da presidente Dilma Rousseff (PT) para o palanque de Pelegrino. “É muito normal que ela venha. A novidade é termos igualdade de tempo e honestamente tenho que me ajoelhar para o povo de Salvador que teve liberdade de escolher, mesmo diante das chantagens do PT”, afirmou.

* Matéria de Lilian Machado e Fernando Duarte, publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 08 de outubro de 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: