TSE promete resultado das eleições até 22h

A ansiedade de candidatos a prefeito e a vereador de toda a Bahia tem previsão para durar até às 22h desse domingo (7/10). O secretário-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Henrique Perpétuo Braga, informou nessa sexta-feira (5) que a estimativa é de que 100% dos prefeitos e vereadores eleitos de todo o país sejam conhecidos até às 22h. Segundo o secretário, às 20h os eleitores saberão o resultado em 90% das cidades, no caso de eleitos ou se haverá segundo turno. “Até às 20h de domingo, teremos o resultado de 90% dos candidatos a prefeito. A expectativa é de que às 22h tenhamos o resultado de todos os prefeitos e vereadores”, afirmou.

Mais cauteloso, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) prefere apontar a meia-noite como prazo para o final da apuração. De acordo com o assessor de comunicação do Tribunal, Felisberto Bulcão, a expectativa é que 99% das urnas estejam apuradas em até 7h após o encerramento da votação, previsto para as 17h. “Cada eleição tem sua particularidade, sabemos a hora em que começa, mas não podemos dar 100% de certeza em relação à hora em que a apuração vai ser totalmente finalizada, por conta das dimensões do Estado da Bahia e das dificuldades de transporte em algumas regiões, como as ilhas, por exemplo”, explica Bulcão.

Entre os imprevistos que acabam inseridos no planejamento do Tribunal está a dificuldade para transporte da memória digital de cada urna para a sede dos municípios, onde ocorre a apuração, acompanhada por representantes de candidatos e da Justiça Eleitoral. “Os problemas que podem ocorrer para ocasionar atraso na apuração vão desde um barco que quebra no transporte das mídias de resultado, um carro que atola numa estrada de barro de um povoado distante da sede de um município”, comenta.

Outra situação é quando acontece um problema na geração da mídia eletrônica contendo os dados da votação. Nesse caso, a urna é utilizada para gerar outra mídia digital – o que pode ser feito no local da votação ou até mesmo após o transporte das urnas. “Um problema que pode acontecer é uma mídia de resultado que dá problema de leitura e precisa ser regerada através da urna eletrônica”, sinaliza Bulcão. De acordo com ele, o TRE-BA possui um plano detalhado de eventuais imprevistos e, para evitar atrasos maiores, a equipe responsável pelo acompanhamento da eleição deve estar a postos para resolver.

* Publicado originalmente na Tribuna da Bahia de 06 e 07 de outubro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: