Efeito Lula embala aliados de Pelegrino

Após os embates nos programas eleitorais – e de algumas batalhas jurídicas – entre os dois candidatos que despontam na liderança da corrida pela Prefeitura de Salvador, a campanha ganhou tons ainda mais acirrados com a passagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela capital baiana, na última sexta. E no bojo das disputas quem acabou fortalecido foi o petista Nelson Pelegrino, que cresceu 11 pontos porcentuais na última pesquisa Ibope/Rede Bahia e teve o apoio incontestável do ex-presidente Lula, imbuído no esforço de desconstruir a imagem do adversário ACM Neto (DEM), que lidera as intenções de voto mensuradas até agora. Na órbita da candidatura de Pelegrino, aqueles que apresentavam resistência em apoiar o projeto petista recobraram o fôlego para defender a campanha rumo ao Palácio Thomé de Souza.

Para Otto Alencar, vice-governador e presidente estadual do PSD, primeiro partido a declarar apoio a Pelegrino em Salvador, o ânimo dos aliados aumentou consideravelmente com a participação do ex-presidente no comício da última sexta. “A última pesquisa mostrou que Pelegrino cresceu muito nos últimos 15 dias. Até o dia 07 de outubro, eu acho que ele vai ultrapassar o candidato do Democrata, principalmente depois da visita do presidente Lula”, afirmou o também titular da Secretaria Estadual de Infraestrutura. Otto ressaltou ainda ser natural esse crescimento da candidatura do petista, baseado no leque de apoios angariados por Pelegrino. “Ele tem maior número de alianças e um maior número de partidos que o apóiam. A campanha se aproxima da definição e isso vai fazer a diferença”, acrescentou o dirigente do PSD.

Além do PSD, outro partido acredita que a participação de Lula seja o impulso derradeiro para uma “virada” na reta final é o PSB, da senadora Lídice da Mata. Citada por Lula e pelo governador Jaques Wagner como exemplo dos excessos do grupo político ligado ao adversário ACM Neto, Lídice aposta na estratégia política utilizada pelo PT, com a concentração de apoios em torno da candidatura de Pelegrino. “Esse é um movimento de virada, que sempre cresce na última semana. Nós temos 22 dias para que Nelson ultrapasse ACM Neto e três debates na semana da eleição. Esse crescimento é natural e tende a continuar”, pontuou a senadora, prefeita de Salvador entre 1992 e 1996.

Outro que aposta no crescimento de Pelegrino na reta final da campanha é o deputado federal Marcos Medrado (PDT), que se licenciou do mandato na Câmara Federal para coordenar a campanha do petista no Subúrbio Ferroviário da capital. À Tribuna, ele disse ontem que a campanha do PT entrou numa rota de ascensão que levará a vitória em Salvador. Para Medrado, uma série de fatores tem contribuído para isso, como o despertar das pessoas para a política, além da queda da rejeição ao governador Jaques Wagner, o resultado da última pesquisa Ibope, que mostrou o crescimento acentuado de Pelegrino, além da vinda do ex-presidente.

* Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 17 de setembro de 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: