“Não faço político com vetos”, afirma Mário Negromonte

Caso confiança fosse um item facilmente mensurável, o presidente do PP na Bahia, deputado federal Mário Negromonte, estaria à frente da maior parte da classe política. Nessa segunda-feira (19/8), o parlamentar, além de assegurar que há um espaço reservado para o PP na chapa majoritária de 2014 da base do governo Jaques Wagner, frisou que não trabalha com nomes prediletos. “Não faço política com veto”, garantiu Negromonte ao ser questionado sobre eventuais preferências dentre os aliados.

“Acho que o PT tem a preferência em função de ter o maior número de vereadores, de prefeitos, de deputados estaduais e federais e o governador. Agora tem que ter um candidato que consiga harmonizar toda a base aliada, a sociedade, os prefeitos, para sair na arrancada e ganhar a eleição. É isso que nós queremos, que nós defendemos”, frisou o progressista. Para ele, insinuações de que o PP teria predileção pelo senador petista Walter Pinheiro não correspondem com a expectativa da legenda – o suplente de Pinheiro é o progressista Roberto Muniz. “Eu disse que Walter Pinheiro seria um bom candidato, como seria Rui Costa. Eu deleguei ao governador Jaques Wagner, ele é quem vai comandar o processo e vai conversar com todos nós”, sinalizou o dirigente.

Para Negromonte, a postulação do PT para encabeçar a chapa da eleição majoritária é natural. Porém, o deputado federal destaque que o PP também tem uma função importante na construção do cenário eleitoral do próximo ano. “Acho que o nosso partido tem consciência do tamanho que ele é, do compromisso que tem o governo Jaques Wagner. É o terceiro maior partido em número de prefeitos, vereadores, deputados federais e estaduais, mas, em número de população de nossas cidades – nós temos quase 2 milhões de habitantes – somos maiores que o segundo, que é o PSD. A gente tem a compreensão que o espaço está garantido na chapa”, pontuou, deixando a entender, nas entrelinhas, que o PT, PSD e PP devem ficar com as vagas de 2014 – ele, no entanto, cita a presidência da Assembleia como uma das peças de negociação.

“O governador é muito hábil, sabe costurar bem, vai fazer isso da melhor maneira possível. Ele sabe a importância, sabe do nosso peso, sabe do potencial e eu tenho certeza que a vaga na chapa majoritária do Partido Progressista está garantida”, reiterou Negromonte, numa clara demonstração de não trabalhar com a hipótese de estar fora da disputa.

*Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 20 de agosto de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: