Arthur Maia prepara saída do PMDB e Lúcio Vieira Lima tenta atrair Uziel

Com relações estremecidas com o PMDB baiano há tempos, a hipótese do deputado federal Arthur Maia deixar a sigla nunca foi um tema completamente superado. O desgaste entre Maia e os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima, que comandam a legenda na Bahia, não é novo, porém, aos poucos vai ganhando contornos mais definidos, com o caminho apontando uma migração para o PSD, do vice-governador Otto Alencar.

“Vou sair do PMDB, não tenho mais condições de permanecer no PMDB. Dificuldades enormes de permanecer no partido, conviver com as condições internas do partido. Mas eu não tenho uma definição para qual partido eu vou”, revelou o parlamentar ao site Blog do Anderson. Em todas as oportunidades, no entanto, Maia frisou não existir qualquer litígio com o PMDB. “Estou conversando com o partido normalmente”, salientou Maia.

O descontentamento dele, ainda que negado com veemência, ficou evidente no último mês de janeiro, quando Maia e o também deputado federal Lúcio Vieira Lima ficaram em lados opostos na disputa pela indicação da liderança do PMDB na Câmara Federal. Enquanto um ficou ao lado de Sandro Mabel (GO), os caciques do PMDB optaram por apoiar Eduardo Cunha (RJ), que, ao final, acabou eleito pelos parlamentares peemedebistas.

No último mês de abril, outra oportunidade quando o assunto foi ventilado nos bastidores, a reconfiguração política da Bahia para a eleição do próximo ano foi considerada a razão para a tensão entre Maia e o partido que o elegeu para a Câmara Federal em 2010. Enquanto a cúpula peemedebista mantém-se na oposição ao governo estadual, Maia adota uma postura mais moderada.

Uma eventual saída dele do PMDB resultaria numa perda de bases eleitorais importantes, principalmente na região oeste do estado, segundo analistas políticos. Enquanto o partido caminha para perder um quadro importante no plano federal, no âmbito estadual o ex-presidente e deputado federal Lúcio Vieira Lima lançou um convite para o suplente de deputado estadual Uziel Bueno (PTN), recentemente expurgado do mandato após o retorno de João Carlos Bacelar para a Assembleia.

Pelo Twitter, Vieira Lima lançou o chamamento em público para o ex-parlamentar. “Lhe liguei (sic) mas não consegui falar, as portas do PMDB estão escancaradas para lhe receber”, postou o peemedebista.  Bueno foi discreto. “Amigo, obrigado pelo apoio de sempre”, respondeu.

*Publicada originalmente na Tribuna da Bahia de 13 de agosto de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: