Governo ACM Neto: otimismo se repete no meio político

Pesquisa divulgada nessa terça-feira (8/1) com exclusividade pela Tribuna apontou que 62% da população de Salvador tem perspectivas e motivações positivas para a administração do democrata ACM Neto. Os dados foram coletados pelo instituto Planter – Observatório do Comportamento e Tendências e mostram as expectativas dos soteropolitanos antes da posse do prefeito. Entretanto, na opinião de políticos aliados a Neto, os primeiros dias da gestão apontam que o prefeito vai atender aos anseios da população.

Segundo o presidente municipal do DEM, Heraldo Rocha, os números da pesquisa sugerem que a cidade está esperançosa quanto ao futuro da capital baiana. “Você anda na cidade e as pessoas estão com outro astral. Esse número dá força ao gestor para fazer o seu trabalho”, avaliou Rocha. Para ele, Neto acerta ao não apostar na ideia de herança maldita para iniciar sua administração e também com as visitas aos bairros, aproximando o Executivo da população. “Claro que tem muitos problemas para resolver, mas para isso é preciso paciência da população”, ponderou o dirigente.

De acordo com o líder do governo na Câmara, vereador Joceval Rodrigues (PPS), o percentual para que a gestão seja boa “demonstra o sentimento que paira sobre a cidade”. “As pessoas falam de mudança na qualidade de vida. Em contraposição ao que a oposição tem dito, a população mostra que está esperançosa”, sugeriu Joceval. O líder governista, entretanto, evita comentar se os dados da pesquisa alteram o compromisso do prefeito com a cidade. “Neto está ciente da responsabilidade de ser prefeito. A pesquisa não aumenta a responsabilidade porque ela já era esperada”, frisou.

Estando do lado oposto na Câmara, o líder da oposição, Gilmar Santiago (PT), naturaliza os números encontrados na pesquisa. Segundo o petista, “o resultado reflete a expectativa do soteropolitano para que sejam resolvidos os problemas da cidade”. “É natural esse clima nos primeiros momentos da administração, embora eu ache que até agora as ações da prefeitura estão muito tímidas”, criticou Santiago. Para ele, a distância de uma nova eleição, quando a cidade poderá escolher um novo gestor, também influi na pesquisa. “Ninguém vai torcer para não dar certo, até porque a população só pode escolher um novo prefeito daqui a quatro anos”, apontou.

Apenas 9,3% dos entrevistados nutrem expectativa negativa. Um total de 16,3 % da população apostou que seria regular, enquanto 8,7% disse não saber o que espera e 3,7% preferiu não opinar.

*Publicado originalmente na Tribuna da Bahia de 09 de janeiro de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: