João deixa mandato sob lágrimas

A despedida do agora ex-prefeito João Henrique (PP) não poderia ser diferente. Com a mesma melancolia que a cidade vivenciou os últimos dias da administração de oito anos de JH, o ex-prefeito transmitiu o cargo para ACM Neto (DEM) na “mais absoluta emoção”. Visivelmente emocionado antes da transmissão da condução do Palácio Thomé de Souza – depois de recomposto ele retornou ao corredor, onde recebeu o sucessor -, JH foi contido durante o discurso. Exaltou as obras e os feitos da própria administração que, segundo o próprio, garantiu avanços significativos para a capital baiana.

“É com muito orgulho que posso olhar para cada um aqui e dizer que todas as forças políticas expressivas da Bahia participaram da nossa gestão e deixaram contribuições positivas. Sou pessoalmente grato a cada um deles”, frisou o agora progressista, mas que iniciou o mandato pelo PDT e foi reeleito pelo PMDB. Adotando um tom menos incisivo do que o utilizado nas últimas entrevistas à imprensa, João Henrique sugeriu que essas participações foram responsáveis pela governabilidade da sua administração, porém deixou escapar, nas entrelinhas, a decepção com a relação com o governo do Estado. “Conseguimos, por exemplo, contra todos os obstáculos que foram colocados, concluir a primeira etapa do metrô, que está pronto para entrar em operação, tarefa que tenha certeza, será do governo Estadual”, alfinetou JH.

Segundo João Henrique, a administração de Neto terá soluções técnicas formuladas pela gestão dele, como a Rede Integrada de Transportes, o projeto de revitalização do Centro Histórico e a reconstrução da Estação da Lapa. “O principal legado que estamos deixando para a cidade não são as obras, nem mesmo a capacidade que tivemos de superar a falta de recursos. A principal herança é o tratar a cidade por igual, sem distinção”, reforçou o ex-prefeito durante a despedida, reiterando a confiança no seu sucessor que, de acordo com ele, foi merecedor do voto nas urnas. “ACM Neto, o seu sucesso é o sucesso de Salvador”, ratificou.

ACM Neto, que instantes antes discursou para a população na frente do Palácio Thomé de Souza, agradeceu durante a transmissão de cargo “a maneira correta, democrática e transparente com que a equipe conduziu a transição”. “Governar Salvador talvez seja o maior desafio de um homem público. Obrigado pela orientação política a sua equipe para facilitar a transição. Tenho a certeza de que João Henrique é um homem de bom coração”, afirmou o democrata.

Antes do encerramento do ato, JH pediu desculpas por quebrar o protocolo e fez um agradecimento especial à companheira Tatiana Paraíso, “pelo apoio em todos os momentos, inclusive os difíceis”. Neste momento, a emoção contida do prefeito perdeu o controle. E João Henrique despediu-se do cargo de prefeito de Salvador se debulhando em lágrimas.

*Publicado originalmente na Tribuna da Bahia de 02 de janeiro de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: