Candidatos apostam alto na propaganda gratuita de rádio e TV

Começa nesta terça-feira (21) o horário eleitoral gratuito em todas as emissoras de rádio e televisão do país, com inserções em momentos distintos. A programação tem início 47 dias antes da votação e se estenderá até 4 de outubro, três dias antes do pleito. Em Salvador, o duelo promete ser entre o “time de Pelegrino”, referência à estratégia do candidato do PT, Nelson Pelegrino, e os adversários, com menos da metade do tempo disponível para o petista. Do lado de Pelegrino, vão estar estrelas ligadas à coligação como senadores, deputados, o governador Jaques Wagner, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff. No total, o grupo de 15 partidos sob o guarda-chuva do PT garantiu 13 minutos e 54 segundos.

ACM Neto (DEM) e Mário Kertész (PMDB) preferem esconder quais as estratégias para o horário eleitoral gratuito. De acordo com o coordenador de comunicação da campanha do democrata, Pascoal Gomes, o horário eleitoral vai trazer as propostas do candidato sob diversos ângulos. “Vai ser um programa com emoção. ACM Neto vai interagir diretamente com o eleitor mostrando as principais pro-postas para mudar a cidade. Vai ter também muita participação dos moradores nas ruas. Salvador, cujo patrimônio maior é a sua população, vai ser mostrada por vários ângulos”, relatou à Tribuna. Neto vai ao rádio e à televisão com cinco minutos e 24 segundos.

O peemedebista Mário Kertész também não quer falar sobre os trunfos da campanha, deixando a surpresa para a estreia. A experiência no rádio, entretanto, promete ser um diferencial do candidato. De acordo com Haroldo Cardoso, um dos marqueteiros responsáveis pela campanha, os programas vão mostrar um candidato já conhecido. “No programa de rádio quem está fazendo tudo é o próprio Mário. Ele esteve no rádio nos últimos 18 anos, e não precisa de formato nem de nada. O programa eleitoral no rádio vai ser específico para esse meio, e todo feito por ele”, explica Haroldo. Na televisão, os coordenadores citam Kertész estando à vontade. O diretor de TV, Luti Lima, fala sobre a facilidade de dirigir um comunicador nato. “Mário tem domínio total da câmera. Tem gente que some diante de uma câmera, ele cresce. Porque acredita no que está dizendo, e fazendo”. O peemedebista dispõe de cinco minutos e oito segundos.

Segundo Nizaldo Pereira da Costa, membro da Comissão de Propaganda do Tribunal Regional Eleitoral, a distribuição do tempo é dividida da seguinte forma: um terço do tempo é distribuído com todos os participantes e dois terços são proporcionais ao número de representantes na Câmara Federal. “Já a ordem de participação é feita por sorteio, realizamos no último dia 10, com todos os partidos presentes e com representantes de emissoras de rádio e televisão”, informou Costa.

Márcio Marinho (PRB) possui 02’01″, Rogério Da Luz (PRTB) 01’47″ e Hamilton Assis 01’44″, completando o 30 minutos de cada horário eleitoral.

Matéria dos repórteres Fernando Duarte e Noemi Flores, publicada originalmente na versão impressa da Tribuna da Bahia do dia 21 de agosto de 2012 – versão online disponível no site da Tribuna da Bahia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: